• Pablo Zuazo

Os 4 compromissos



Trecho do livro Os 4 Compromissos:

Não foi sua escolha falar português. Você não escolheu sua religião nem os valores morais — eles já existiam antes de você nascer. Nunca tivemos a oportunidade de escolher em que acreditar ou não acreditar. Nunca escolhemos o menor desses acordos — nem sequer nosso próprio nome.

As crianças são domesticadas da mesma forma que domesticamos um cão, um gato ou qualquer outro animal. Treinamos nossos filhos, a quem tanto amamos, da mesma forma que treinamos qualquer animal doméstico: a partir de um sistema de castigos e recompensas.

Quando criança tentamos agradar a mamãe e papai, os professores na escola, a Igreja, e com isso começamos a representar. Fingimos ser o que não somos porque temos medo de ser rejeitados. O medo de sermos rejeitados torna-se o medo de não sermos suficientemente bons. Mais tarde, acabamos por nos tornar alguém que não somos. Tornamo-nos cópias das crenças de mamãe, de papai, da sociedade e da religião.

A domesticação é tão forte que num ponto determinado de nossa vida não precisamos mais que ninguém nos domestique: nem mamãe, nem papai, nem a escola ou a Igreja.

Somos tão bem treinados que passamos a ser nosso próprio treinador.

Somos um animal autodomesticado. Agora podemos domesticar a nós mesmos de acordo com a mesma crença no sistema que nos forneceram, usando as mesmas técnicas de punição e recompensa. Punimos a nós mesmos quando não seguimos as regras e nos premiamos quando somos “bonzinhos” ou “boazinhas”.

O sistema de crenças é como o Livro da Lei que regula nossa mente.

#os4compromissos #quatro #compromissos #osquatrocompromissos #dommiguelruiz #crenças #domesticação

0 visualização